Assembleia semipresencial

O lockdown determinado pelas autoridades da Saúde recomenda medidas de isolamento social em virtude do coronavírus. 


Com tal instrução as assembleias de condomínios no formato tradicional, ao menos enquanto a pandemia perdurar, deverão ser canceladas em razão da aglomeração de pessoas. 


Entretanto, esta mesma pandemia impõe aos gestores de condomínio a implementação de medidas urgentes que não podem esperar, necessitando muitas delas, inclusive de respaldo em assembleia. 


Sendo assim, como proceder em tempos de exceção? 


Uma das soluções, econômica e prática, é a utilização de assembleias semipresenciais , em que uma parte das pessoas participa da reunião da assembleia através de ferramentas eletrônicas e um número diminuto participa da reunião presencial.


Na parte da reunião presencial o mínimo são três participantes: o Síndico, a pessoa que será nomeada o Presidente e a que será nomeada o Secretário.


Na prática, como uma assembleia semipresencial funciona?


Baixe o eBook e continue a leitura!

Esse ebook foi feito em parceria com a MOVIVA